Bolsa Família: o que esperar do benefício em 2023?

O Auxílio Brasil surgiu como um substituto do Bolsa Família, auxílio que antes era dado pelo governo a famílias carentes. O nome do auxílio mudou, assim como algumas regras e exigências. E isso perdurou durante todo o governo de Jair Bolsonaro. Entretanto, neste ano, o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, prometeu voltar com o Bolsa família e já está se articulando para isso.

Acompanhe este artigo para saber o que esperar do auxílio no próximo ano!

Qual será o valor do Bolsa Família?

O Auxílio Brasil começou com o valor de R$400,00, passando logo em seguida para R$600,00 em caráter emergencial. Isso significa que este valor tem data certa para acabar, sendo sua previsão para dezembro. Após dezembro, era esperado que o auxílio retornasse ao seu valor original.

Entretanto, Lula, presidente eleito, tem se movimentado para que o valor do auxílio permaneça o mesmo, R$600,00, quando o Bolsa Família for retomado, no ano que vem. Acontece que isso não depende apenas do presidente eleito, mas da aprovação do Senado.

Portanto, a única forma de ter certeza a respeito do valor do auxílio para famílias carentes no ano que vem, é esperando pela aprovação, ou rejeição da proposta pelo senado. Entretanto, se for aprovada, as famílias que precisam do dinheiro poderão comemorar.

Isso porque elas serão auxiliadas ainda mais financeiramente, uma vez que a proposta entregue ao senado visa pagar além do pagamento de R$600,00 às famílias que cumprirem os requisitos. Ela visa o pagamento de R$150,00 para cada filho de até 6 anos de idade que compuser a família.

Quem poderá receber o auxílio?

Os requisitos para o recebimento do Bolsa Família não ficaram muito diferentes. Portanto, poderão receber o auxílio as famílias que vivem em situação de pobreza, ou extrema pobreza. Entretanto, para isso, é preciso que essas família se cadastrem no CADÚnico e esperem a sua vez de ingressar no programa de benefícios do governo. Isso porque o recebimento não é automático, seguindo uma fila de famílias que precisam do valor.

A transição das pessoas será automática de um auxílio para o outro?

Já que os requisitos são os mesmos, é possível que as pessoas se perguntem se a transição das famílias do Auxílio Brasil para o Bolsa Família é automática. E essa resposta é, depende. As famílias que já recebem o Auxílio Brasil continuarão a ter acesso ao benefício se cumprirem, também, com os novos requisitos, exigidos para quem quiser entrar no Bolsa Família.

Dessa forma, quem tiver interesse em manter o seu auxílio deverá comparecer ao CRAS de sua cidade, visando atualizar o seu cadastro e comprovar o cumprimento de todos os requisitos. Quem não fizer isso, poderá perder o acesso ao valor.

Quais serão os novos requisitos?

O Bolsa Família, além das antigas regras para o recebimento do valor, prevê mais duas A primeira delas é que a carteira de vacinação das crianças esteja em dia, o que será comprovado mediante cartão de vacinas. E a segunda, é que as grávidas realizem o pré-natal, comparecendo às consultas mensais.

Veja o que é sucesso na Internet:


FONTE DA MATÉRIA

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like